X
Acesso aos Serviços

Destaque / Destaque

Notícias

Crea divulga balanço de operação em Parques Eólicos e Fotovoltaicos

Ação foi realizada na região que abrange as inspetorias de Guanambi, Bom Jesus da Lapa, Jacobina, Irecê e Juazeiro, no período de 22 de julho a 03 de agosto.

13/08/2019

As ações especiais realizadas no interior da Bahia pela fiscalização do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea) têm gerado resultados positivos para profissionais, empresas e para a sociedade. No período de 22 de julho a 03 de agosto, a operação voltada para os Parques Eólicos e Fotovoltaicos realizada na região que abrange as inspetorias de Guanambi, Bom Jesus da Lapa, Jacobina, Irecê e Juazeiro, resultou em 466 atos fiscalizatórios.

Entre as infrações com maior número de ocorrências estão: Falta de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART – 365) e falta de registro de pessoa jurídica (42). As atividades, por Câmara Especializada fiscalizadas, foram: Agronomia (22), Agrimensura (07), Engenharia Civil (222), Engenharia Elétrica (262), Engenharia Mecânica (40), Geologia e Minas (07) e Engenharia de Segurança (44).

De acordo com o supervisor regional de fiscalização, Thiago Rami, a operação ainda terá desdobramentos. “Estamos ainda coletando dados referente a esta ação e deveremos nos próximos dias fechar os números finais”, observa, explicando que ainda este ano será realizada mais uma atividade voltada apenas a parques eólicos e fotovoltaicos.

No período de 01 a 12 de abril deste ano, numa ação semelhante realizada na mesma região, o Crea obteve os seguintes resultados: 481 autos de infrações, 405 documentos de fiscalização e 35 relatórios sem infrações, resultando em 921 operações.

Balanço das ações realizadas - Com esta operação, o Crea soma 12 ações especiais realizadas em 2019. As atividades contaram com a participação de seis fiscais e dois supervisores e foram fundamentadas no potencial das regiões e na aproximação do Conselho com os profissionais. De acordo com o presidente do Crea, engenheiro civil Luis Edmundo Campos, operações como essa geram resultados positivos para profissionais e empresas, além de promover a regularização das demandas das inspetorias atendidas. “A operação favorece a atuação do Conselho na região, mostrando a nossa presença no interior do estado. Estamos também cumprindo nossa missão de proteção da sociedade, além de fortalecer as profissões de engenharia, agronomia e geociências", finaliza. 

Fonte: Ascom Crea-BA

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

notícias

ver todas

revista

Revista 66

Edição 66 | 2019


outras edições