X
Acesso aos Serviços

Notícias / Confea

Notícias

ABNT e Confea, uma parceria pela difusão do conhecimento

10/06/2019




A cada renovação de contrato, torna-se mais forte a parceria entre a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e o Sistema Confea/Crea, integrado pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, seus Conselhos Regionais e a Mútua, a entidade de assistência dos filiados aos Creas. O convênio, afinal, é um estímulo ao conhecimento, por possibilitar que profissionais legalmente habilitados tenham acesso a milhares de documentos normativos dos principais organismos de normalização do mundo.
 
No dia 14 de junho, as entidades estarão juntas em Aracaju (SE). A ABNT fará uma apresentação sobre a importância da parceria, por ocasião da reunião do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea (CP), a ser iniciada no dia 12. O CP é um fórum consultivo composto pelos presidentes do Confea e dos Creas e pelo diretor-presidente da Mútua.
 
O convite à ABNT foi feito em Brasília, onde o presidente eleito Mario William Esper, o diretor-geral, Ricardo Fragoso e o diretor de Relações Externas, Carlos Santos Amorim Jr., foram recebidos pelo presidente do Confea, Joel Krüger. Foi também na capital federal que a gerente de Relacionamentos Institucionais do Confea e gestora pública do convênio, a engenharia eletricista Fabyola Resende, exaltou os serviços oferecidos aos profissionais de engenharia e agronomia.
 
“Ganha todo mundo! Ganha o profissional que está na ponta, através do desconto das normas, sem precisar fazer uso de pirataria, e ganha a sociedade que tem a segurança de saber que profissionais sérios e capacitados estão por trás da elaboração das normas”, elogiou a engenheira, durante a 2ª Reunião da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Engenharia Civil, realizada nos dias 21 a 23 de maio.
 
Defendendo maior divulgação e ampliação do convênio, Fabyola destacou benefícios, como o desconto na compra de qualquer norma técnica: de 50% para os profissionais registrados no Sistema, e de 60% para os associados da Mútua. E lembrou que a rede de pontos de acesso deve aumentar. “Estamos usando 550 dos 700 pontos disponibilizados”, informou.
 
O convênio

 
Com a parceria, o Confea, os Creas e a Mútua tornaram-se assinantes do ABNTColeção, serviço para fornecimento e gerenciamento de coleções de normas técnicas, totalmente via web, que se caracteriza pela segurança, eficiência e rapidez. De âmbito global, oferece acesso a cerca de 250 mil documentos normativos dos principais organismos de normalização do mundo e possibilita que os clientes consultem suas coleções em qualquer lugar que estejam, por meio de dispositivos móveis como smartphones e tablets. As normas sobre construção civil e eletricidade têm sido as mais procuradas.
 
O acesso se dá por login e senha individuais, na plataforma www.abntcolecao.com.br. Entre os principais benefícios, os assinantes contam com: visualização ilimitada e multiusuário do acervo completo das Normas Técnicas Brasileiras (NBR) e Mercosul (NM); atualização diária; baixa dos arquivos das normas em PDF seguro (24h); direito a impressão do texto completo ou de parte das normas; relatórios dos acessos efetuados; e visualização por um tempo determinado das normas técnicas dos principais organismos de normalização mundiais.
 
Por sua vez, o Centro de Informação Tecnológica e para Negócios (CIT) permanece à disposição para atendimentos como indicação da norma técnica aplicável a uma determinada necessidade, por exemplo.
 
No endereço www.abntcatalogo.com.br/confea, os profissionais registrados e adimplentes com o Sistema Confea/Crea e Mútua adquirem Normas Brasileiras (NBR) e do Mercosul (NM) com desconto e têm direito à pré-visualização do acervo desses documentos, por tempo predeterminado.
 
Os engenheiros e agrônomos também podem utilizar os serviços de Capacitação da ABNT, com desconto de 15% nos preços praticados em cursos da grade. Atualmente há mais de 150 títulos, agrupados em 32 temas, ministrados por cerca de 60 diferentes instrutores altamente reconhecidos em suas áreas de atuação e especialistas em normalização.
 
Os Creas ainda podem indicar profissionais para serem instrutores dos cursos da ABNT nos seus estados, como forma de redução de custos. Esses profissionais têm preferência na avaliação de sua qualificação.
 
Durante a vigência do contrato, o Confea, os Creas e a Mútua são inscritos como sócios na condição de Colaborador Mantenedor da ABNT, o que permite, entre outras atribuições, tomar parte nas assembleias gerais, votar e ser votado para os cargos eletivos dos Conselhos Deliberativo e Fiscal, Superintendência dos Comitês Brasileiros e Conselho Técnico, indicar profissionais para participar da normalização Internacional e sediar secretaria técnica de Comitês Brasileiros.
 
Sobre a ABNT

 
A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela elaboração das Normas Brasileiras (NBR), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização (AMN) e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas (Copant) e da normalização internacional na International Organization for Standardization (ISO) e na International Electrotechnical Commission (IEC).
 
Desde 1950, a ABNT atua também na área de certificação, atendendo grandes e pequenas empresas, nacionais e estrangeiras. A ABNT possui atualmente mais de 400 programas de certificação, destinados a produtos, sistemas e verificação de gases de efeito estufa, entre outros. A sociedade identifica na Marca de Conformidade ABNT a garantia de que está adquirindo produtos e serviços em conformidade, atendendo aos mais rigorosos critérios de qualidade. A ABNT Certificadora tem atuação marcante nas Américas, Europa e Ásia, realizando auditorias em mais de 30 países.
 
 
Assessoria de Imprensa da ABNT

Fonte: Equipe de Comunicação do Confea

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

notícias

ver todas

revista

Revista 63

Edição 63 | 2019


outras edições